O MENINO DAS MEIAS VERMELHAS

O MENINO DAS MEIAS VERMELHAS

Todos os dias, ele ia para o colégio com as meias vermelhas, era um garoto triste, procurava estudar muito, mas na hora do recreio ficava afastado dos colegas, como se estivesse procurando alguma coisa.

Os outros meninos (guris) zombavam dele, implicavam com as meias vermelhas que ele usava. Um dia, perguntaram por que o menino das meias vermelhas só usava meias vermelhas.

Ele contou com simplicidade: “No ano passado, quando fiz aniversário, minha mãe me levou ao circo. Botou em mim essas meias vermelhas. Eu reclamei, comecei a chorar, disse que todo mundo ia zombar de mim por causa das meias vermelhas. Mas ela disse que se me perdesse, bastaria olhar para o chão e quando visse um menino de meias vermelhas saberia que o filho era dela.”

Os garotos retrucaram: “você não está num circo! Por que não tira essas meias vermelhas e joga fora?”. Mas o menino das meias vermelhas explicou: “É que minha mãe abandonou a nossa casa e foi embora. Por isso eu continuo usando essas meias vermelhas. Quando ela passar por mim vai me encontrar e levará com ela.

CONY, 2000, pg 58.

Sobre adrianouriel

A camada sob a superfície com a chuva rala sob a superfície plana...
Esse post foi publicado em 2012 NOS HORIZONTES QUE CIRCUNDAM, URIEL ABRIL. Bookmark o link permanente.

4 respostas para O MENINO DAS MEIAS VERMELHAS

  1. Flávia disse:

    Amigo q triste, quase chorei aqui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s