As Vidas Que Tive

As Vidas Que Tive

– Fui criança e brinquei de tudo que uma criança pode brincar.
– Fui jovem e me comportei como sociedade esperava que eu me comportasse.
– Fui adulto e trabalhei ate perder o que sobrou da minha juventude, casei, tive filhos, um emprego e um cachorro.. Eu vivi como esperavam de mim.
– Fui velho e então fui esquecido e abandonado, como são a maioria dos velhos.
– Morri, e finalmente me amaram pela forma que eu era, recordaram as coisas que eu fiz, lembraram o quanto eu me esforcei.. E disseram que eu era bom.
– Enfim, viver é se autodestruir na tentativa de agradar os outros. É sua vida passando enquanto você esta ocupado tentando agradar os outros e não recebendo nada em troca.

Sobre adrianouriel

A camada sob a superfície com a chuva rala sob a superfície plana...
Esse post foi publicado em 2013 O SOL DO AMANHÃ, OUTUBRO e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s