UM PAÍS ILUDIDO POR MIGALHAS E MENTIRAS

Primeiramente quero dizer que vou me ater a tratar o assunto apenas ao Brasil, embora saiba que o assunto que irei tratar seja muito mais abrangente, e faça parte de todo um projeto de dominação sócio-político-cultural.

Pois bem, o assunto que irei tratar é sobre a pobreza, e quando me refiro a pobreza no Brasil, não me refiro diretamente a questão social do povo, das pessoas menos favorecidas, embora isto seja a etapa fim do processo. A pobreza a qual me refiro passa pelas seguintes etapas: Pobreza moral, pobreza intelectual, pobreza ético-social.

Nesse país atualmente temos um caso excêntrico, onde as pessoas formam sua moralidade, suas opiniões e discussões, através de novelas, notícias da vida alheia e coisas do tipo. Parece piada, mas é verdade. As pessoas rejeitam as instituições, como as igrejas e a polícia, denigrem o casamento como uma instituição falida, e o “sistema” estatal cada vez mais interfere no âmbito familiar para tentar doutrinar a forma como os pais devem criar seus filhos. As leis, frágeis a quem aprendeu a corrompe-la, duras a quem mais necessita delas. O governo através da máquina pública, diz como você deve corrigir seu filho (não corrigindo-o),  quer subjugar os poderes policiais, jogando a opinião pública contra a polícia. Também denigre o poder da mídia, jogando a opinião pública contra a mídia tradicional, tratado jornais e revistas de “imprensa golpista”, e assim, milhares de pessoas pautam sua ideologia politico-social através de blogs e jornais governistas, pagos com fundos do erário público para bajular o governo e inventar todo o tipo de caluniação contra as demais mídias e jornais contrários.

Assim, vivemos numa especie de “censura branca”, onde tudo que vai contra o governo é tratado como golpe, choro de perdedor, tentativa de derrubar um governo “democraticamente eleito”. E o povo engole essa baboseira ideológica tendenciosa.

Isso tudo faz parte de um processo longo e enraizado de empobrecimento intelectual. O povo brasileiro, em sua maioria, é um povo “burro”. Pessoas entram na vida escolar e saem da vida escolar sem ter lido um livro sequer, sobre qualquer tema, outros que leem pouco, não entendem 90% do que leem, e uma pequena parcela, ínfima, lê e tem capacidade de fazer uma síntese do que leu. Ate mesmo na sala de aula, no segundo grau, uma questão simples de lógica, as pessoas são incapazes de entender uma simples questão. O povo brasileiro é preguiçoso, não gosta de ler, e é um povo orgulhoso de sua burrice, despreza quem tem capacidade, quem estudou, quem tem poder de debate e argumentação. Uma pessoa talentosa é tratada como algo anormal ao meio, seja um compositor de talento, um cantor afinado, até mesmo o fato de alguém gostar de andar sempre bem vestido, arrumado, é visto por muitas pessoas como sinônimo de soberba, de ser “metido a besta”. Isso é tudo faz parte de um sistema de dominação política baseado em “dividir para conquistar”. Primeiro imbecilizam a sociedade (pobreza intelectual), depois jogam a sociedade uns contra os outros (pobreza moral e ético-social), e por fim implantam seu projeto de poder e dominação, então chegamos onde estamos, com parte da população acreditando que o homem branco é inimigo, o rico é inimigo, o hétero é inimigo, a policia é inimiga.

Aí na época da eleição, chega o salvador da pátria, defendendo todas essas “minorias”, ganhando assim a confiança e os votos dessas pessoas e atingindo seu objetivo final, o poder.

Ou seja, é sutil a forma como direcionam as pessoas para que eles, os políticos, atinjam seu objetivo. As pessoas são incapazes de enxergar que estão sendo ludibriadas, iludidas, usadas.  Aí, por receberem um osso com um pouco mais de carne, endeusam um governante, e o partido o qual ele representa, como se tivessem recebendo uma sublime dádiva, quando na verdade, é obrigação do governante propor melhorias ao país, e não passa de obrigação, visto que supostamente, políticos são empregados do povo.

Um país inteiro de gente egoísta e analfabeta funcional, orgulhosos de sua ignorância e pobreza cultura, ideológica, moral e social. Um país inteiro que desconhece seus direitos e deveres, mas pauta sua vida sócio-educacional através de novelas, programas de auditório e uma educação atrasada e orientada a imbecilizar a sociedade.

Por isso, digo sob a ótica de que vivemos em uma sociedade extremamente doente, com valores morais, éticos, sociais, apodrecidos de dentro pra fora. Ou seja, começa no seio familiar e se alastra a toda sociedade.

Muitos pais não criam mais filhos para serem cidadãos sábios, contribuintes, estudiosos. Pais criam filhos para serem jogadores de futebol, atrizes, modelos, atores, cantores de funk, sertanejo, etc. Veem o filho como um investimento financeiro, uma forma de ganhar dinheiro, e esses são os modelos sociais dos jovens. Pessoas ignorantes, mas com dinheiro e fama. Isso é a degradação sócio-financeira de um povo. Apoio a prática de esporte, o desenvolvimento de algum talento, seja para a música, para atuação, etc, mas e a educação e qualidade da mesma?

A degradação moral se passa por meio de pessoas que surgem na sociedade como “modelos comportamentais a serem aceitos e seguidos”. São pessoas que querem impor de uma forma ou de outra, que qualquer coisa é normal e deve ser aceita, indo assim contra a religião, marginalizando as instituições religiosas e o conceito da religião para com a família, e vão contra a própria família, pregando aos quatro cantos que a família tradicional é um modelo ultrapassado, retrógrado e opressor das liberdades.

Então, temos a pobreza ética e intelectual de uma nação. As pessoas fala simplesmente por “ouvir falar”, “ter visto em algum lugar” “ouvir alguém que disse na tv”. São ignorantes que não leem, não escrevem, não sabem interpretar um texto. E uma parcela considerável de pessoas sem acesso a nada e sem assistencial nenhuma. Esses são pessoas miseráveis. São facilmente manipuladas quando necessário, e facilmente esquecidas pelo país após o resultado da manipulação sofrida por eles.

Ou seja, vivemos em um país pobre com muito dinheiro, com muitos recursos, com muitas possibilidades positivas. Mas somos um povo pobre em todos os sentidos, social, ético, moral, intelectual, como mostrei acima, e rico financeiramente. Mas essa riqueza serve a pouquíssimos, com propósitos bem definidos. Somos o país mais pobre do mundo, aquele país que tem tudo e não tem nada. Temos muitas coisas que 95% dos outros países se matam para ter, ou invejam, temos água em abundancia (os dois maiores aquíferos da terra, o guarani e o amazônico), temos imensas terras cultivadas (centro-oeste), temas a maior  e mais rica fauna e flora do mundo (amazônia), temos os maiores jazidas de minério do mundo (nióbio, ferro, bauxita, manganês, ouro, etc..), temos a maior possibilidade de energia limpa e renovável do mundo mas não aproveitamos, não usamos, e vivemos sob processos de apagões elétricos a anos. Temos um enorme capacidade para turismo, um enorme litoral, muitos parques florestais, etc. Porem muito mal aproveitado, e por outro lado, temos uma enorme fronteira aberta a entrada de drogas, armas, produtos piratas, bandidos, guerrilheiros, etc. Tudo que não  presta.

Então se temos tantas coisas positivas, por que somos um povo tão pobre, tão miserável, que sobrevive de migalhas ofertadas pelo estado como manjares dos deuses populistas?

A resposta é a mesma para a o fato de uma nação tão enorme não ter nenhum premio nobel, e nenhum óscar: UMA NAÇÃO DE IGNORANTES ORGULHOSOS!

Vai demorar muito tempo para a população acordar desse transe coletivo de idiotização, mas ainda resta a esperança. Tudo que resta!

Abraços!

Por: Adriano Uriel S dos Santos

Sobre adrianouriel

A camada sob a superfície com a chuva rala sob a superfície plana...
Esse post foi publicado em 2012 NOS HORIZONTES QUE CIRCUNDAM, 2015 - A Brave New World e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s