Arquivo da tag: O Rappa

A COR DA MINHA PELE E O TAMANHO DA SUA IGNORÂNCIA!

A COR DA MINHA PELE E O TAMANHO DA SUA IGNORÂNCIA!

Discriminação racial, isso não existe, pois somos todos de uma só raça, que é a raça humana!

As diferenças que existem estão no interior de cada um de nós, pois existem pessoas boas, inteligentes, meigas, chatas, carentes, etc.

Mais o que eu não suporto são aquelas pessoas idiotas preconceituosas, que expõe seu ódio atacando outras pessoas, quer seja com atos, quer seja com palavras.

Pensem bem antes de descriminar alguém por qualquer que seja o motivo.

(Branco, se você soubesse o valor que o preto tem, tu tomava um banho de piche e ficava preto também! O Rapa – illêh Aie)

Continuar lendo

Publicado em 2012 NOS HORIZONTES QUE CIRCUNDAM, URIEL JUNHO | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

QUAL A PAZ QUE EU PRECISO TER?

QUAL A PAZ QUE EU PRECISO TER?

São 2 horas da tarde, são 4hs da tarde e já são 8hs da noite.
Você está enclausurado em sua casa, sem templo interiior, preso, chaves no cadeado, olhos sempre nas portas e janelas. É o medo que prevalece, e onde existe medo não existe paz. Mas medo de que? Medo de sair a rua, medo de anadar sozinho, medo de passar naquela esquina, naquela rua, de sair após as 20hs. Eis a liberdade que conseguimos, ser prisioneiros no mundo que herdamos, cheio de pessoas desconfiadas em um lado, rezando apenas para chegar em casa do seu trabalho e não ser assaltado no caminho ou no portão de casa. A violência prevalece cada vez mais no mundo em que vivemos, e os princípios são questionáveis. Direito de ir e vir? Isso só existe no mundo da fantasia, a verdade é que somos escravos de nossas próprias desgraças cotidianas, nascemos numa prisão, procriamos numa prisão, vivemos numa prisão. Quem foi que inventou essa ideia tola de liberdade, e esqueceu de nos explicar o seu real sentido? As pessoas vivem apenas tentando permanecer vivas, algumas apenas existem, outras se questionam e questionam as coisas que a maioria faz de conta não existir. Essas pessoas são conformadas com a vida que a vida tem lhes proporcionado, mais existem pessoas que esperam algo mais da vida… Há algo de anormal nisso, mais o que é anormal mesmo é todos viverem anestesiados achando que são livres e tentando apenas impressionar uns aos outros como idiotas.

Por Adriano Uriel S dos Santos

(As grades do condomínio são pra trazer proteção mais também trazem a dúvida se é você quem tá nessa prisão… O Rappa – Minha Alma)

Continuar lendo

Publicado em 2012 NOS HORIZONTES QUE CIRCUNDAM, URIEL JUNHO | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário